FANDOM


Ícone do Panteão Chinês
Composto por diversos seres, deuses e criaturas, o panteão chinês abraça os mais variados temas e aspectos e é extremamente complexo, principalmente para aqueles que não estão familiarizados com as sutilezas existentes na sociedade chinesa. Uma de suas características marcantes é que vários de seus deuses outrora foram mortais. Através da honra, auto sacrifício e pureza de espírito, eles renasceram como poderosos imortais, e agora farão de tudo para garantir sua vitória na Arena dos Deuses!
Panteão Chinês

A criação do universo e do mundo começou com o poderoso deus Pangu. Acordado pela discórdia desde a formação do universo, ele balançou seu machado para romper o caos. A matéria exposta mais leve do caos subiu e tornou-se o céu, enquanto a matéria escura afundada se tornou a terra. Pangu se situava entre as duas camadas e empurrou o céu. Uma vez que a terra e o céu atingiram o seu limite, Pangu criou o mundo, sacrificando-se para forma-lo. Ventos e nuvens foram criados a partir de sua respiração, sua voz tornou-se o trovão, o sol foi formado a partir de seu olho esquerdo e a lua do direito, seus cabelos foram transformados em estrelas do céu, o seu sangue se transformou em lagos e rios, seus ossos se tornou minerais, a chuva veio de seu suor, e a pele em seu corpo transformou-se em florestas e campos. Para a humanidade, diz-se que quando Nu Wa mergulhou uma corda em argila, e depois a jogou, um humano surgiu a partir de cada glóbulo que pousou na terra. O mundo era dividido em três reinos consistindo os céus, a terra e o submundo. O Imperador de Jade é o governante supremo dos céus e é a principal autoridade na Corte Celestial. A Corte Celestial engloba todos os deuses adorados na China.

Deuses do Panteão Chinês

Ao Kuang Chang'e Guan Yu He Bo Hou Yi Nezha Nu Wa
Sun Wukong Xing Tian Zhong Kui

Vídeos
Panteão Chinês

Panteão Chinês